Alline Coelho

A arma efetiva contra o medo

Publicado em Leave a Comment on A arma efetiva contra o medo.


Noite passada assisti ao filme A Dark Song e tive muita dificuldade para dormir em seguida. Apesar de não ter sentido nenhum medo enquanto assistia ao filme, por algum motivo o mesmo não aconteceu quando encostei minha cabeça no travesseiro. rs Sentir esse medo me incomoda muito, uma vez que atualmente estou em busca de […]

A hostilidade humana é desprezível

Publicado em Leave a Comment on A hostilidade humana é desprezível.


Atenção: esse texto contém spoilers! Ontem tive a oportunidade de assistir ao filme “The Shape Of Water” (A Forma da Água) e estou até agora pensativa. É um filme extremamente sensível e belo, isso é fato. Mas o que mais me marcou no filme foi ver a maldade e a violência com qual A Forma […]

Como lidamos com o desconhecido

Publicado em Leave a Comment on Como lidamos com o desconhecido.


Atenção: esse texto contém spoilers! Hoje assisti Arrival pela segunda vez e decidi escrever sobre ele porque acho que a mensagem que o filme passa é muito importante para passar batida. Pelo o que eu pude entender dessa história, a principal proposta dela é abordar a forma como, inicialmente, lidamos com o que é desconhecido […]

Pedras comuns ou rochas extraterrestres?

Publicado em 1 comentário em Pedras comuns ou rochas extraterrestres?.


Anteontem (23), por volta das dez horas da noite, ouvi o barulho de algo caindo no telhado de policarbonato aqui da varanda. Na hora, não dei muita atenção por achar que se tratava de algum gatinho caminhando pelo telhado, algo comum por aqui. Porém, o barulho me recordou que há alguns dias atrás tive o […]

Tente perceber a verdade

Publicado em Leave a Comment on Tente perceber a verdade.


Quando o primeiro filme da trilogia Matrix foi lançado em 1999, eu tinha apenas nove anos de idade. Naquela época eu estava passando por mudanças drásticas na minha vida e talvez por este motivo ele não atraiu tanto a minha atenção. Vinte anos depois e me dei conta de que eu ainda não havia assistido […]